2. Profissional

Uma de suas metas para 2019 é crescer profissionalmente? Deus, em sua Palavra, nos traz ensinamentos para que isso aconteça. Por isso, queremos compartilhar com você um texto inspirador para ajudar você a alcançar esse objetivo.

Rompendo as Regras

Na nossa vida profissional, sempre há alguém acima de nós. Pode ser uma pessoa boa, que contribui para o nosso crescimento; pode ser uma pessoa autoritária que nos atrapalha.

Na maioria dos casos, temos de obedecer às ordens que vêm delas ou dos seus superiores ou dos manuais da empresa.

Não temos como viver sem essas autoridades sobre nós. Um mundo sem autoridades não existe.

As regras (como horários e escalas, por exemplo) são necessárias, para que nos sintamos confortáveis. As hierarquias (com chefes e subordinados) são necessárias para que o trabalho flua. As metas são necessárias para que o trabalho seja remunerado mais justamente.

O problema é quando regras, hierarquias e metas são controladas por pessoas autoritárias. Elas nos impedem de crescer e estorvam a empresa no seu desenvolvimento.

Nesse caso, será preciso desobedecer. Jesus mesmo fez isso com relação ao sábado. Ele pagou um preço, porque sempre há um preço a ser pago mesmo quando se faz a coisa certa contra as regras erradas.

Se você ocupa uma função de chefia, avalie a sua conduta. O que é mais importante: o resultado ou a obediência às regras? Você ouve seus subordinados quando lhe dizem que as regras estão erradas?

Se você tem superiores, você os trata sempre respeitosamente, entendendo, como o oficial romano, que precisam ser respeitados? Mesmo quando discorda, você o faz com cortesia e respeito ou com maledicência e rebeldia? Quando discorda, é por capricho, visando ao seu próprio interesse ou do grupo ou da empresa?

Seja criativo, faça coisas diferentes, rompa os limites, proponha coisas novas, mas não machuque as pessoas, sejam colegas, superiores ou subordinados.

Texto retirado da Bíblia Sagrada Bom Dia, da Sociedade Bíblica do Brasil.

1 comment

  1. Rose Silva

    Acredito que o que irá determinar a conduta de um profissional, é a sua capacidade pessoal de enxergar nas outras pessoas, o mesmo valor em potencial que foi creditado em si. Talvez o que esteja faltando nas pessoas, seja de fato a posição de se colocar no lugar do outro. E perceber que o que capacita a executar um bom trabalho, não está relacionado a ordem que ele recebe de seu superior, mas os princípios e valores que ele agrega em tudo que faz. Ser profissional é estabelecer uma postura de respeito, empatia e considerar que ninguém é insubstituível.

Deixe uma resposta para Rose Silva Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *